Val de Loire–2ème Jour

3 09 2011

Hoje vamos continuar a nossa viagem no rasto do rio Loire.

 

O dia começou no mais bonito dos Châteaux que visitei neste périplo – Château de Chenonceau.

DSC_0915

Plantado diretamente sobre o rio Cher, um afluente do Loire, foi construído em 1513 e é também conhecido como “Château des Dames”, dado que durante a sua história foi construído, protegido e alargado sob a égide de senhoras.

DSC_0902

No hotel estava uma brochura que publicitava uns passeios de barco para visitar o monumento. Acabou por ser essa a opção e é altamente recomendada.

DSC_0905

Em 1560, foi aqui que se assistiu ao primeiro espetáculo de fogo de artifício em França.

DSC_0908

É propriedade privada e é o segundo Châteaux mais visitado em França, a seguir a Versailles.

Devido à enorme quantidade de visitantes, acabei por não visitar o interior porque fiquei intimidado com a fila para comprar bilhete.

 

 

Assim sendo, rumo ao Château de Villandry, cujo ponto principal de atração são os seus jardins.

DSC_1007

A sua construção terminou em 1536, sendo o último dos “Châteaux” construídos no Vale do Loire.

Foi construído no sítio de uma antiga fortaleza do século XII, da qual resta apenas a torre que se vê melhor na próxima foto.

 

DSC_1004

Foi nessa fortaleza que a 4 de Julho de 1189, Henrique II, Rei de Inglaterra assinou um tratado de paz, em jeito de rendição, face a Filipe Augusto, rei de França.

Em 1906 foi comprado por Joachim Carvalho, médico espanhol, que dedicou a sua vida à restauração do edifício e à construção do actual jardim.

DSC_0981

DSC_0950

DSC_0953

DSC_0960

DSC_0946

DSC_0984

 

Uma das particularidades do jardim é ser composto, em parte, por hortícolas. Foi a primeira vez que vi tal conceito, mas resulta bem!

DSC_0990

DSC_1001

 

 

Tempo de içar a âncora e navegar até ao próximo ponto de interesse – Château de Azay-le-Rideau.

DSC_1033

Foi construído entre 1518 e 1523 por Gilles Berthelot, tesoureiro do rei François I.

DSC_1018

 

Foi uma paragem rápida, a caminho do destino final do dia, Chinon.

DSC_1129_30_31_32_33_34_35_tonemapped

 

Chinon foi também o destino final, mas da vida, de Henrique II. O mesmo que assinou o tratado de paz em Villandry a 4 de Julho de 1189, aqui faleceu dois dias mais tarde.

DSC_1137

 

E assim acabou o segundo dia de “Châteaux”. Falta contar a história do 3º, que é bem diferente, eu diria mesmo que roça o antónimo dos dois primeiros.

 

Beijinhos e abraços!

Anúncios

Acções

Information

One response

3 09 2011
Tópai

Pois é: com esta descrição e estas fotos ,o Val de Loira fica praticamente visto 🙂
Beijinhos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: