île de Ré

11 08 2013

Olá outra vez!

Da última vez ficámos em La Rochelle e hoje não vamos muito longe. Vamos até à île de Ré.

A ilha de 30 km de extensão está ligada a La Rochelle por uma ponte com cerca de 3km. A portagem custa 16€ no Verão e passa para metade no Inverno. Eu que pensava que a ponte Vasco da Gama era cara!

DSC_3177

Curiosamente, na época romana existiam 3 ilhas. Aparentemente foi a construção de salinas que acelerou o processo de assoreamento e hoje, eu garanto, a ilha é única.

DSC_3163

Com praias simpáticas, desconfio que em época estival muito boa gente vem aqui pôr o esqueleto de molho. E desengane-se quem pensar que a água é fria, porque nesta altura está a 22º C. Uma espécie de Algarve.

DSC_3155

A nossa visita foi em Maio e nessa altura estava pouca gente, mas deu para perceber, pela quantidade de casas fechadas, que é um local de eleição da burguesia para estabelecer a sua casa de férias, ou de fim-de-semana,

DSC_3247

No extremo ocidental, onde a ilha se abre ao Golfo da Biscaia, fica o Phare des Baleines – Farol das Baleias. Está edificado à Ponta das Baleias, que assim se chama porque era frequente baleias darem à costa nesta zona.

Espero que tenham gostado. Eu gostava de lá voltar no Verão.

 

Beijinhos e abraços!





La Rochelle

4 08 2013

Esta viagem já foi no ano passado, felizmente que as fotografias não apodrecem.

Olá a todos!

La Rochelle fica situada na costa Oeste de frança, aqui eles dizem que é Sudoeste, mas segundo os pontos cardeais que aprendi na escola, não há mais Oeste do que isto.

Foi a primeira paragem de uma viagem que nos levou até Bordéus (aí sim Sudoeste), mas isso será para um próximo périplo bloguiano.

DSC_3117

Historicamente foi uma cidade cuja bandeira mudou frequentemente entre “a” França e “a”  Inglaterra. Mesmo após a partida dos ingleses no fim da guerra dos 100 anos, o protestantismo estava instalado e foi o próprio Cardeal Le Richelieu que acabou com a brincadeira em 1628. Como? Estabeleceu um cerco à cidade a 10 de Setembro de 1627 e a 28 de Outubro de 1628, depois da população ter sucumbido à fome e ter sido reduzida de 28000 a 5500 habitantes, o protestantismo estava arrumado. Um homem de Deus bastante prático este Sr. Richelieu.

DSC_3135

Hoje La Rochelle é uma cidade simpática, continua à beira mar plantada e bem plantada. Tem o porto de águas profundas com melhor acessibilidade de toda a costa atlântica francesa e tem também um enorme porto de recreio.

DSC_3110

CIdade onde se pode comer bom marisco e bom peixe e com extraordinárias lojas de gelados. Infelizmente o tempo não estava convidativo e a estadia foi muito curta.

Achei muita graça a estas casinhas de madeira que estavam perto de um pequeno porto dentro das muralhas.

DSC_3133

Para breve fica prometida uma pequena expedição pela ilha de Ré. Para os curiosos da música, ficam a saber que eu acho que quem lhe deu o nome estava a pensar em Ré como nona de Dó maior Open-mouthed smile

Até breve e…

Beijinhos e abraços!








%d bloggers like this: